Archive for novembro, 2009

Celia Regina Pierantoni e Mario Dal Poz estão entre os professores da UERJ que receberam a medalha de Mérito Oswaldo Cruz.

A entrega da medalha foi feita pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão, durante a abertura da 9ª Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças, no auditório Star Hall do Golden Tulip Brasília Alvorada, antigo Hotel Blue Tree.

Celia Regina Pierantoni, além de professora Adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Procientista, dirige o Centro Colaborador da Organização Panamericana de Saúde e da Organização Mundial da Saúde e a Estação de Trabalho do Observatório de Recursos Humanos do Instituto de Medicina Social da UERJ. Desde 1985, vem atuando na área de saúde pública, participando do processo de construção e estruturação do Sistema Único de Saúde com ênfase na área de recursos humanos. No final dos anos 80, conduziu no Estado do Rio de Janeiro a estruturação da Superintendência de Desenvolvimento e Administração de Recursos Humanos – pioneira no modelo de gestão de RH. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Planejamento e Administração em Saúde. Líder do grupo de pesquisas (Capes/CNPQ) da UERJ em Políticas Públicas, Recursos Humanos e Saúde. Saiba mais

Mario Dal Poz é um pediatra com uma paixão pela Saúde Pública. Mestre em Medicina Social, analisou os modelos de serviços de saúde no contexto do crescimento da urbanização no Brasil e completou seu Doutorado em Saúde Pública com a elaboração de uma nova metodologia para análise das políticas de desenvolvimento dos recursos humanos em saúde.

Depois de trabalhar extensivamente nos mais diversos níveis do sistema de saúde brasileiro, contribuindo para a constituição do SUS, foi vice-diretor do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado de Rio de Janeiro (UERJ). Em 2000, Dr. Dal Poz foi convidado para trabalhar na Organização Mundial da Saúde (OMS) como cientista, trabalhando com políticas e desenvolvimento de recursos humanos em saúde e, atualmente, coordena a área de Informação e Governo no Departamento de Recursos Humanos para Saúde da OMS. Seu trabalho tem alcance global, mas também ações de cooperação técnica diretamente com vários países na América Latina, África, Oriente Médio, Europa e Ásia, principalmente apoiando os governos na elaboração e implantação de políticas de desenvolvimento dos recursos humanos para saúde, sistemas de informação da força de trabalho e desempenho de sistemas de saúde. É também o Editor chefe da revista eletrônica especializada em Recursos Humanos para Saúde. Saiba mais

Medalha

A medalha de Mérito Oswaldo Cruz foi criada em 1970 para homenagear pessoas nacionais e estrangeiras que, no campo das atividades científicas, educacionais, relacionadas com a saúde pública em geral, tenham se distinguido de forma notável ou relevante, e tenham contribuído, direta ou indiretamente, para o bem-estar físico e mental da coletividade brasileira. A concessão é feita por meio de decreto presidencial, mediante proposta do ministro da Saúde.

Celia Regina Pierantoni and Mario Dal Poz are amongst the UERJ faculty who received the gold medal of Merit Oswaldo Cruz.

The award was presented by the Ministry of Health, José Gomes Temporão, during the opening session of the 9th National Show of Successful Experiences in Epidemiology, Prevention and Diseases Control, in the Star Hall audience of the Golden Tulip Brasilia Alvorada, old Blue Tree Hotel.

Celia Regina Pierantoni is Associate Professor of the Institute of Social Medicine, Pro-Scientist and Director of the PAHO/WHO Collaborating Center on Health Workforce Information and Planning and the Human Resources for Health Observatory – Work Station of the Social Medicine Institute/UERJ.

Since 1985, she is working in public health, contributing to the organizational process of the National Health System with emphasis in human resources area. In the end of 1980’s, she was responsible to organize the Department of Human Resources for Health Development and Administration in the Sate of Rio de Janeiro – a pioneer model of RH management. She has experience in Collective Healt, with focus on Health Planning and Management, currently leader the UERJ’s research group (Capes/CNPQ) in Public Policies, Human Resources and Health. More information

Mario Dal Poz is a pediatrician with a passion for Public Health. He holds a Master of Science in Social Medicine where he discussed the health delivery models in the context of the growing urbanization in Brazil. Later on he embraced a Doctorate in Public Health defending a new methodology for the policy analysis of human resources for health development.

After working extensively on the most different levels of the Brazilian health system, contributing for its organization, he was elected deputy-director of the Institute of Social Medicine of Rio de Janeiro State University (UERJ). In 2000, Prof. Dal Poz was selected to join the World Health Organization (WHO) as a scientist. Currently, he is Coordinator of Health Workforce Information and Governance within the Human Resources for Health Department of WHO. His work has global dimension, but also responsibility for directly actions of technical cooperation with many countries in Latin America, Africa, Middle East, Europe and Asia, mostly supporting governments on the development and implementation of human resources for health policies, information systems and improvement of health systems performance. He is also the Editor-chief of the electronic magazine specialized in Human Resources for Health. More information

Medal
The medal of Merit Oswaldo Cruz was created in 1970 to honor nationals and foreigners who have distinguished, in the scientific, educational activities related to public health and who have been contributed, directly or indirectly for the for physical and mental well-being of the Brazilian population. The award is given by presidential decree, after proposal of the Ministry of Health.

Entre os dias 09 e 13/11, estará ocorrendo a Oficina de Trabalho sobre
Tradução do SIGRHS para o Espanhol, no Instituto de Medicina Social da UERJ (IMS/UERJ).

A oficina compõe o conjunto de atividades do Centro Colaborador e pretende adequar o Sistema de Informação e Gestão de Recursos Humanos em Saúde – SIGRHS em ambiente web para a língua espanhola assim como todo material de apoio (manual, folders, etc.) necessário para sua utilização e manuseio.

O evento será coordenado pela Dra. Celia Regina Pierantoni , Professora Adjunta do IMS/UERJ. Participarão da oficina: Mónica Abramzón(Consultora Internacional), Mario Roberto Dal Poz (Coordenador de Recursos Humanos para a Saúde da OMS), Sidney Filho (Consultor de Informática) e pesquisadores da Estação de Trabalho IMS/UERJ do Observatório de Recursos Humanos em Saúde.

Between 9 and 13 November, the Social Medicine Institute of Rio de Janeiro State University (IMS-UERJ) will be helding the “Workshop about the Spanish Version of SIGRHS”

The workshop is one of the activities of the Collaborating Center and aims to bring the Information System and Management of Human Resources for Health – SIGRHS – in a web environment for the Spanish language, as well as all supporting materials (manual, brochures, etc) necessary for its use.

The event will be coordinated by Dr. Celia Regina Pierantoni, Associate Professor of the IMS / UERJ and Director of the Collaborating Center of the PAHO / WHO. The participants of the workshop are: Mónica Abramzón(International Consultant), Mario Roberto Dal Poz (Coordinator of the Human Resources for Health of WHO.), Sidney Filho(Information’s System Consultant) and Researchers from the Work Station of IMS / UERJ – Human Resources for Health Observatory.

Como anunciado no IV Encontro Andino de Desenvolvimento dos Recursos Humanos para a Saúde, colocamos em ação a Rede de Profissionais em Recursos Humanos em Saúde (Rede proRHUS). A Rede proRHUS é uma iniciativa da Rede ObservaRH-EG, que tem como finalidades:

- Incentivar a produção e difusão de informação e conhecimento sobre Recursos Humanos em Saúde (RHUS).
- Estabelecer uma janela de oportunidades para o intercâmbio de experiências entre profissionais do campo de RHUS.
- Contribuir ao reconhecimento dos profissionais que trabalham no desenvolvimento e na gestão de RHUS.
O primeiro passo para a construção da Rede é realizar seu registro como profissional vinculado ao tema de Recursos Humanos em Saúde.

Informação detalhada em: http://www.observarh.org/prorhus

Com este mecanismo, esperamos nos constituir enquanto um grupo de trabalho para participar ativamente da produção de conhecimento no campo de RHUS.

Visite a página do Observatório de Recursos Humanos

As announced during the 4th Andean Meeting for HRH (IV Encuentro Andino de Desarrollo de los Recursos Humanos para la Salud ), has been launched the Network of Professionals in Human resources for Health (Red proRHUS). It is part of the Edmundo Granda Network of the Observatories of the Andean Region, Red ObservaRH-EG, and aims to:
• Generate and disseminate information and knowledge on HRH
• Open a window of opportunity for interchange of expertise among HRH professionals
• Contribute to the professional recognition of HRH practitioners


The first step to become a network member is to sign up as a practitioner linked to HRH work .
Following the record provided in : http://www.observarh.org/prorhus
Through this procedure, we hope to create a working group to actively participate in knowledge production in our technical field.

Visit the homepage of the Observatory of Human Resources

Como fue anunciado en el IV Encuentro Andino de Desarrollo de los Recursos Humanos para la Salud, ponemos en funcionamiento la Red de Profesionales en Recursos Humanos en Salud (Red proRHUS). La Red proRHUS, es una iniciativa de la Red ObservaRH-EG, que tiene como finalidad:
• Incentivar la generación y difusión de información y conocimiento sobre Recursos Humanos en Salud (RHUS).
• Establecer una ventana de oportunidades para el intercambio de experticias entre profesionales del campo de RHUS.
• Contribuir al reconocimiento de los profesionales que trabajan en el desarrollo y la gestión de RHUS.

El primer paso para constituirnos en Red es realizar su registro como profesional vinculado al tema de Recursos Humanos en Salud.

Información detallada en: http://www.observarh.org/prorhus
Con este mecanismo esperamos constituirnos como grupo de trabajo para participar activamente en la producción de conocimiento en el campo de RHUS.

Visite la página del Observatório de Recursos

Apesar do direito a um serviço de qualidade constar em algumas constituições e declarações de direitos de vários países, esse direito é constantemente ameaçado pela dificuldade que os países enfrentam em assegurar as instalações e o número adequado de profissionais de saúde para servir suas populações. Independente do tipo de dificuldade enfrentada, que pode variar desde barreiras geográficas a barreiras culturais e de custos, o fato é que vários países, ricos ou pobres, ainda luta para proporcionar serviços de saúde de maneira universal, igualitária e equânime.

O “Seminário Internacional sobre fixação de Profissionais de Saúde em áreas remotas, isoladas e de maior vulnerabilidade” visa proporcionar ao público participante a oportunidade de conhecer e discutir algumas das políticas de incentivo que foram desenvolvidas e implementadas por alguns países, incluindo o Brasil, no sentido de vencer os desafios da distribuição e da fixação de profissionais de saúde em áreas remotas, isoladas e de maior vulnerabilidade.

A Coordenadora Geral da Estação de Trabalho IMS/UERJ, da Rede Observatório de Recursos Humanos em Saúde, e Diretora do Centro Colaborador, Celia Regina Pierantoni é a relatora geral do Seminário, que está sendo realizado em Recife, PE, de 1 a 3 de novembro.

Veja a programação do evento

The right to have quality and timely health services may be started in constitutions and Rights Charts, but is usually hampered by the difficulty of having providers and facilities ready to serve the whole population. The problems may be due to difficult geographic access, cultural differences or cost barriers, but most countries, rich and poor, are still struggling to give equal access to their people.

The International Seminar on Retention of Health Care Professionals in Remote, Isolated and Vulnerable Areas tries to find the best available evidence in the world about good practices, and even documented failures, of the diverse ways of training, recruiting and retaining health professionals in a way that may serve all the population in a sustainable way, focusing in the growing trend to use primary health care strategies.

Celia Regina Pierantoni, Coordinator of the Work Station of IMS/UERJ – Human Resources for Health Observatory Network – and Director of the Collaborator Center is the Rapporteur Coordinator of the Seminar, which is being held in Recife, Brazil, from 1-3 November.

See the program of the Seminar